Tags

,

Oi! Tudo bem?

Todo mundo escuta e fala essa frase né? Isso acontece em várias situações de nossa vida.

Inclusive, é assim que acontece quando você chega à igreja.

“Oi irmão, tudo bem?”

“Tudo”

Um dia eu conversava com meus amigos sobre essa resposta “tão clichê” que sempre damos: TUDO.

Porque respondemos “tudo bem” quando, na verdade, queremos gritar: NÃO!

Quando a sua vida não está indo a lugar nenhum, quando você está sangrando por dentro, quando você queria gritar para o mundo inteiro ouvir, o quanto a sua dor está te fazendo mal!

E isso me faz pensar no quanto somos hipócritas. Com nós mesmos, com nossos irmãos e principalmente com Deus.

Quando você chega pra conversar com Deus, como é a tua postura? Quais são as tuas palavras?

“Senhor meu Deus, Criador dos Céus e da Terra, digno és de louvor. Te agradeço por esse dia maravilhoso, Te agradeço por todas as bênçãos na minha vida. Obrigada por que a minha vida está indo bem”

Não me entendam mal. Não que não haverá dias que nossas orações não serão assim. De fato, haverá dias que serão assim!

Mas quando eu penso numa oração assim, não me foge a ideia de verdadeiros fariseus, ou hipócritas orando. Como nos conta o capítulo 18 de Lucas:

“Dois homens subiram ao templo, para orar; um, fariseu, e o outro, publicano. O fariseu, estando em pé, orava consigo desta maneira: O Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano. Jejuo duas vezes na semana, e dou os dízimos de tudo quanto possuo. O publicano, porém, estando em pé, de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: O Deus, tem misericórdia de mim, pecador!” (Lucas 18: 10-13)

Eu não consigo evitar pensar que muitas vezes, eu sou como aquele fariseu. Eu me vanglorio por ser “melhor” do que outros, me vanglorio por não ser como os outros, me vanglorio por coisas que faço ou deixo de fazer. Quanta hipocrisia! Quando muitas vezes, o que eu estou fazendo está sendo até mesmo pior, do que as coisas que eu considero que os outros estão fazendo de erradas.

Sabe o que Deus quer?

Ele quer um coração sincero!

“Portanto, cheguemos perto de Deus com um coração sincero e uma fé firme, com a consciência limpa das nossas culpas e com o corpo lavado com água pura.” (Hebreus 10:22)

Deus conhece você. Ele sabe como você é, como você reage em determinadas situações. As vezes, esquecemos que foi Ele que nos criou! E se Ele nos conhece melhor do que nós mesmos, porque fingir?

Deus quer sinceridade. A falsidade não O impressiona. As palavras bonitas, também não.

Seu coração está rasgado, sua vida uma bagunça e não está indo a lugar nenhum?

FALE isso pra Deus.

Chegue diante d’Ele e em vez de estufar o peito e fingir que sua vida está as mil maravilhas, fale a verdade pra Ele. Chore, grite, coloque sua dor diante de Deus. Jesus é seu melhor amigo. Converse com Ele.

– Mas Deus não sabe o que está acontecendo comigo?

Ele sabe! Mas Ele prefere ouvir de você.

Pati Geiger
Não Morda a Maçã