Tags

,

IdolatriaAmar excessivamente, com grande paixão; adorar.

Idolatria é simplesmente valorizar alguém ou alguma coisa mais do que agradar e honrar a Cristo (Colossenses 1:15-18, 1 Coríntios 10:31). Nós somos advertidos em Gálatas 5 a não sermos idólatras e as citações do Antigo Testamento e alusões à nação de Israel e da idolatria estão em praticamente todos os livros do Novo Testamento. Quando se vê a idolatria por este prisma, então teríamos de admitir que a idolatria é comum, na verdade – muito mais comum em nossas vidas do que gostaríamos de admitir.

É verdade que não nos prostamos diante de imagens, mas temos nossos corações aprisionados à outros deuses, deuses que nós mesmos fabricamos. Idolatramos nosso trabalho, nossos conjuges, nossos filhos, nosso cargo, nossa profissão, nossa família, nosso ministério, nossos líderes, nossos dons, nossas opiniões, nossa personalidade, nossa inteligência, nossas tradições, nossas igrejas, nossas finanças, nossos bens, nosso time do coração, a internet, a juventude e a beleza. Idolatramos até a nossa compreensão acerca do evangelho!

Invertemos as posições, e passamos a viver uma clara idolatria religiosa! Nós, os mesmos que apontamos o dedo para a idolatria em outras denominações, passamos a usar Deus para saúde, bem-estar, sucesso e coisas do tipo; nessa grotesca inversão do evangelho, Deus é usado para MINHA glória, como se não apenas nós devêssemos adorar a nós mesmos, mas Deus também deve ser nosso adorador.

Esse tipo de pregação do falso evangelho é  evidente sempre que Jesus é apresentado como um meio pelo qual um idólatra pode alcançar seu ídolo. Exemplos incluem promessas de que Jesus o fará rico, feliz, muito bem casado, excelente pai e assim por diante, como se Jesus existisse para ajudar a adorarmos nossos ídolos.

Essas são nossos deuses mascarados. Mas existe um outro tipo de idolatria, que têm se multiplicado e nela não há disfarce. Confesso que ainda me escandalizo quando constato que uma pessoa conhecedora do evangelho, a quem Deus dotou de dons apenas para que o evangelho fosse anunciado, é tão permissivo com o pecado de idolatria, que tem até fã-clube, o que é muito mais sério que o perigoso fato de ser TOLERANTE, é ser um patrocinador do pecado, e um LADRÃO da glória de DEUS!

Se não refletirmos nosso Criador para nossa restauração,
então refletiremos a criação para nossa ruína.

Cam Huxford, da Mars Hill Church, igreja do pastor Mark Driscoll, fez esse vídeo para contar a história de sua idolatria.

Citações
iPródigo
Não Morda a Maçã